Sindrome do sono insuficiente e privação de sono

Atualizado: 12 de ago. de 2019



A síndrome do sono insuficiente é um distúrbio onde o indivíduo dorme muito menos do que deveria de maneira constante seja para atender a uma obrigação, como estudos ou trabalho, ou por lazer, ir a festas ou usar as redes sociais, por exemplo.


Em consequência sente uma sonolência excessiva durante o dia, o levando a tirar pequenos cochilos, voluntários ou não, enquanto tenta desempenhar atividades comuns do dia a dia.


“Hoje, talvez pela primeira vez, as pessoas estão escolhendo dormir regularmente menos do que precisam por razões além da sobrevivência”

Teofilo Lee-Chiong - pneumologista


Além da perda da produtividade, este distúrbio pode e oferecer riscos consideráveis de acidentes domésticos, no trânsito e no trabalho.


O que acontece com quem tem Síndrome do sono insuficiente?


É muito comum que pessoas com sono insuficiente apresentem outros sintomas além da sonolência diurna, como:


  • Alterações de humor e irritabilidade;

  • Problemas de memória;

  • Dificuldades de concentração;

  • Dores de cabeça e mal-estar;


Em casos mais graves pode prejudicar a saúde global com o aparecimento de alguns tipos de disfunções psicológicas tais como depressão, euforia e agressividade; ou ainda aumentar as chances de problemas cardiovasculares e metabólicos.


Em crianças os sintomas são diferentes, elas não costumam apresentar sonolência durante o dia, mas dificuldades escolares e sintomas de hiperatividade podem ser sintomas de que o sono delas não está bem.


Crianças com qualidade de sono precária também podem ter alteração na curva de crescimento e baixa estatura pois é durante o momento de descanso que há a liberação do hormônio de crescimento.


Como sei se tenho Síndrome do sono insuficiente?


Antes de qualquer coisa é preciso diferenciar a privação de sono, da Síndrome do sono insuficiente. Quando dormimos menos que tempo e com menos qualidade do que realmente necessitamos, acontece um quadro de privação de sono.


A Síndrome do sono insuficiente, por outro lado, é um distúrbio que tem alguns critérios diagnósticos.


  • Sente necessidade irresistível de dormir em períodos diurnos

  • O tempo de sono é menor do que o esperado para a idade

  • O sono é reduzido na maioria dos dias pelo menos 3 meses

  • O sono é encurtado como uso de despertador ou por ser acordado por outra pessoa e geralmente dorme mais quando não são utilizadas tais medidas, principalmente fins de semana ou nas férias

  • Quando aumenta o tempo total de sono os sintomas de sonolência desaparecem

  • Os sintomas não são melhor explicados por nenhum outro transtorno de sono, efeitos de medicações ou substâncias, condições médicas, neurológicas ou transtornos mentais.


IMPORTANTE: ao perceber alterações no padrão de sono que o você realize os exames para descartar doenças mais sérias.


Síndrome do sono insuficiente tem cura?


Algumas pessoas deliberadamente se privam de sono durante toda a semana e acreditam que podem compensar tentando recuperar o tempo de sono perdido durante o final de semana, mas estudos mostram que esse tipo de reparação não é completamente eficaz.


Poucos hormônios conseguem ser regulados após alguns dias de volta ao sono normal, porém a maioria deles não consegue atingir o nível anterior ao período de privação de sono.


A síndrome do sono insuficiente é um dos distúrbios do sono de simples solução, o tratamento não costuma utilizar medicação, é comportamental: exige uma mudança de hábitos e estilo de vida.


O que fazer para melhorar o meu sono?


Primeiramente, entenda quantas horas de sono seu organismo necessita para que você sinta que dormiu bem e não apresente sonolência ou outros sintomas.


Idealmente, tente em um período de férias dormir no horário que tiver sono e acordar naturalmente, sem o uso do despertador.


Observe seus hábitos e mude os que julgar necessários para melhorar sua higiene do sono.


Quer saber mais sobre esse e outros distúrbios do sono?

Baixe gratuitamente o MANUAL DO SONO.


Com ele você vai poder identificar o seu problema do sono e qual o tratamento ideal para corrigi-lo SEM PRECISAR DA AJUDA DE MEDICAMENTOS.


CLIQUE AQUI PARA BAIXAR GRATUITAMENTE O MANUAL DO SONO

93 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo