Bruxismo - O mal que não afeta só o seu sono

Atualizado: 12 de ago. de 2019



O Bruxismo é caracterizado pelo apertamento e ranger dos dentes durante o sono, podendo levar, frequentemente ao despertar.


Na mastigação normal, a força aplicada nos dentes molares varia de 10 a 22 kg, enquanto no bruxismo esta força pode ser aumentada em até 113kg durante o sono, causando danos nos dentes, sistema mastigatório, ossos, músculos e nervos.


Este distúrbio afeta 15% das crianças e tende a diminuir com o passar dos anos, porém ainda pode ocorrer em adultos indistintamente.


O ranger dos dentes pode se manifestar durante o dia, esse problema é chamado de briquismo.


O que causa o bruxismo?


As causas que levam ao bruxismo não são totalmente claras. Mas existem alguns fatores que podem contribuir para que ele aconteça:


Acredita-se que o bruxismo seja como uma manifestação da estados de ansiedade, estresse ou anormalidade na oclusão. Podendo também estar aliado a outros problemas do sono, como a apneia do sono.


Outras possíveis causas podem estar ligadas a problemas de saúde como refluxo, alinhamento anormal dos dentes superiores e/ou inferiores (má oclusão), resposta à dor de ouvido ou dor de dente, especialmente em crianças.


Efeito colateral incomum de alguns medicamentos psiquiátricos, tais como certos antidepressivos também pode ocasionar no ranger dos dentes.


Como sei se tenho bruxismo?


Queixas de dores nas articulações mandibulares, tensão nos músculos do pescoço, dores de cabeça e dores musculares são comum as pessoas que tenham bruxismo. Mas o desgaste e amolecimento dos dentes é a característica mais nítida e que leva os pacientes a buscar ajuda.


A compressão intensa dos dentes pode levar à isquemia e à necrose dos vasos, dos nervos e da estrutura dentária.


Se você suspeita que range os dentes enquanto dorme, preste atenção nos sinais:


  • Dentes sensíveis, com o esmalte desgastado, achatados, fraturados, lascados ou soltos;

  • Dor na mandíbula, de cabeça, na face interna ou ouvido;

  • Recuos de língua


É importante procurar um especialista para realizar o diagnóstico e o tratamento adequado. Para isso os profissionais indicados são:

  • Odontologia

  • Clínica médica

  • Psiquiatria

  • Fonoaudiologia


Tenho bruxismo, quais as consequências?


O bruxismo pode fazer os dentes ficarem doloridos ou soltos, e, às vezes, partes dos dentes são literalmente desgastados. Eventualmente, ranger os dentes pode acarretar a destruição do osso circunvizinho e do tecido da gengiva.


Diagnóstico


Quando o diagnóstico do bruxismo é clínico, ele se baseia em 3 características:


  • Relatos dos pacientes, ou do cônjuge, de sons de ranger ou apertar os dentes durante o sono;

  • Presença de um ou mais sintomas:

- Desgaste anormal dos dentes;

- Desconforto, fadiga, ou dor na articulação mandibular, ou travamento da mandíbula após despertar;

- Hipertrofia do músculo masseter em função do forte apertamento;

  • A atividade do músculo da mandíbula não é melhor explicada por outro transtorno do sono, condição neurológica, uso de medicações ou abuso de outras substâncias.


A realização da polissonografia pode ser feita para a confirmação do diagnóstico.


Bruxismo tem tratamento?


Não se conhece, ainda, um tratamento eficaz para curar o bruxismo. As principais ações são reduzir a dor e o ranger ao máximo e evitar danos permanentes aos dentes .


O recurso aplicado com mais frequência é o uso de placas interoclusais moldadas segundo o formato da arcada dentária do paciente que devem ser utilizadas ao dormir para restringir os movimentos da mandíbula e a reduzir o atrito que provoca o desgaste e o abalo dos dentes.


Quer saber mais sobre esse e outros distúrbios do sono?

Baixe gratuitamente o MANUAL DO SONO.


Com ele você vai poder identificar o seu problema do sono e qual o tratamento ideal para corrigi-lo SEM PRECISAR DA AJUDA DE MEDICAMENTOS.


CLIQUE AQUI PARA BAIXAR GRATUITAMENTE O MANUAL DO SONO


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo